14/09/2012

 OABPrev-RJ supera meta atuarial e registra rentabilidade de 8,6%

A rentabilidade do fundo OABPrev-RJ  entre janeiro e agosto deste ano foi 8,6%, ultrapassando a meta atuarial de IPCA+5%. “Estamos muito satisfeitos com esse resultado. Em um período de queda das taxas de juros conseguimos superar as nossas metas de rentabilidade para os nossos participantes”, comemora o presidente da OABPrev-RJ, Alexandre Albuquerque. Além de superar a meta de retanbilidade, a instituição alcançou o valor de R$ 100 milhões investidos, correspondentes ao patrimônio dos participantes.

A queda dos juros é positiva para o aumento do crédito e para acelerar a economia, mas afeta a rentabilidade dos investimentos. “O retorno que os nossos participantes têm investindo no RJPrev está coerente com mercado e, em muitos casos, acima da média. Isso mostra como investir na OABPrev-RJ é uma ótima oportunidade para os advogados cariocas”, ressalta Albuquerque.

 

30/07/2012

OABPrev-RJ participa entre os dias 1 e 3 de agosto da Expo OAB

Os visitantes da Expo OAB poderão participar de seminários e conhecer os expositores. A OABPrev-RJ terá um estande onde apresentará o RJPrev, plano de previdência oferecido aos advogados e seus familiares. Entre os seminários destacam-se Gestão de escritório de advocacia e marketing jurídico.  O evento é gratuito e acontece das 9h às 20h45min.

 

07/05/2012

 

OABPrev-RJ responde principais dúvidas sobre

efeito da queda de juros nos planos de previdência

Planos de previdência não devem ser alterados por cenários do mercado

O Brasil passa por uma nova etapa rumo à estabilidade econômica, a queda de juros. Há anos o país amarga o primeiro lugar na lista dos juros mais elevados do mundo, agora, com os juros caindo, surgem muitas dúvidas sobre onde investir o seu dinheiro, como ficarão os rendimentos e se você pode ou não perder dinheiro.

Para ajudar aos participantes de planos de previdência, a OABPrev-RJ  e a Mercatto, responsável por administrar os recursos da instituição, tentaram esclarecer algumas dúvidas sobre como os planos de previdência poderiam ser afetados por esse novo cenário.

  1. Para o contribuinte de um plano de previdência faz sentido tirar o seu
    dinheiro para investir de outra forma?
    Resposta: A poupança previdenciária deve ser pensada no longo prazo, onde ocorrerão, ao longo dos anos, diversas mudanças do cenário econômico, logo, não há sentido em alterar o seu investimento previdenciário devido a mudanças das condições
    de mercado. A alteração do investimento, como, por exemplo, migração entre planos mais ou menos arrojados de previdência, deve ocorrer com a eventual mudança de perfil do investidor. Se o investidor quer ter um perfil mais ousado e disposto ao risco, por exemplo, pode avaliar quais os planos mais adequados ao seu perfil. No entanto, não deve esquecer que a previdência é a sua poupança para o período de aposentadoria e ele deve considerar quanto tempo de contribuição ainda tem antes tomar qualquer decisão.
  2.  A queda de juros e a mudança na poupança representam risco para o participante de um plano de previdência?
    Resposta: Caso o plano de previdência mantenha seu perfil inalterado, os riscos também não serão alterados.

Qual a dica do especialista para quem contribui para um plano de
previdência agora, o que ele deve observar para tomar decisões sobre o seu plano.
Resposta: A decisão sobre o investimento previdenciário não depende das condições momentâneas da economia, o investidor deverá analisar o seu perfil de investimento, ou seja, entre outras variáveis analisar quanto tempo falta até a aposentadoria. Quanto maior o tempo disponível para o investimento mais risco ele poderá assumir escolhendo perfis arrojados de investimento e o longo dos anos, deverá tornar o investimento mais conservador, pois perto de sua aposentadoria.

 

12/04/2012

 

Pesquisa da OABPrev-RJ revela que maioria dos advogados

não contribuem com planos de previdência complementar

A OABPrev-RJ realizou uma pesquisa com cerca de 900 advogados cariocas para saber como eles estão cuidando da sua previdência complementar. O levantamento, realizado entre os dias 20 de março e 13 de abril, contou com advogados entre os 22 e 45 anos, sendo 52,59% de mulheres.  Sobre a preocupação com a aposentadoria, 87,53% responderam que se preocupam com este período da vida, mas 25,68% não contribuem nem para a previdência pública, o INSS.

Os dados relevam que os advogados ainda não têm a cultura da previdência complementar, o que é necessário para assegurar uma aposentadoria confortável. “A maioria dos advogados atua de forma autônoma, por isso, muitas vezes não fazem contribuição para o INSS e não disponibilizam recursos mensais para uma reserva para o futuro. O que nós queremos é desenvolver um programa de educação previdenciária junto ao nosso público-alvo, ajudando-o a iniciar o seu plano de previdência.”, conta o presidente da OABPrev-RJ, Alexandre Albuquerque.

A avaliação da pesquisa mostrou uma relação entre a idade e a decisão de não     contribuir para previdência complementar. Do total de entrevistados, cerca de 40% estão entre os 22 e 30 anos e 35,64% disseram que não fazem reservas para a aposentadoria porque são muito novos para pensar no assunto. “O objetivo é mostrar para esses advogados que quanto mais cedo eles começarem a poupar, maiores serão as reservas para a aposentadoria”, acrescenta Albuquerque.

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

Bruna Hess – 8855-2230

brunahess@buoo.com.br

 

13/03/2012

OABPrev-RJ realiza pesquisa sobre o interesse dos advogados pela

previdência complementar

A OABPrev-RJ realiza nesta semana uma pesquisa com cerca de 900 advogados do estado do Rio de Janeiro. O objetivo é saber se os advogados contribuem ou não para a previdência complementar e como. A partir deste levantamento, a instituição desenvolverá o seu plano de expansão. “Queremos entender o que os advogados pensam e esperam da
previdência complementar. Sabemos que ainda há muito espaço para o  crecimento e forte demanda por segurança previdenciária”, explica o presidente da instituição, Alexandre Albuquerque. A pesquisa será realizada por empresa especializada, a Gestner Consultoria e Gestão.

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

Bruna Hess – 8855-2230

brunahess@buoo.com.br

 

08/03/2012

 

OABPrev-RJ vê expansão do setor com a criação do Funpresp

A criação do Funpresp, Fundação de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais, deve fortalecer o setor de previdência complementar nos próximos anos, segundo a avaliação do presidente da OABPrev-RJ,fundo de previdência complementar fechado para advogados e familiares, Alexandre Albuquerque.

Atualmente, o Brasil conta com duas modalidades de previdência complementar: aberta e fechada. Os fundos fechados são aqueles que apenas determinado grupo de profissionais podem participar, por isso, existe um número restrito desses fundos, sendo os mais conhecidos a Previ, do Banco do Brasil, e a Petros, da Petrobras. Para Albuquerque,
a criação de um novo grande fundo fechado, chama atenção da população para o debate, incentivando o interesse pelo o tema. “Um dos grandes desafios é conscientizar as pessoas de que elas precisam começar, o mais cedo possível a contribuir a previdência complementar. A incapacidade do Estado em garantir uma aposentadoria confortável para
população não é uma característica do Brasil, é uma realidade mundial”, explica ele.

A criação do Funpresp ainda terá de ser votada no Senado. A Câmara aprovou o texto do projeto de lei no dia 29 de fevereiro. O ponto mais relevante do texto é que os servidores públicos federais, que tomarem posse após a criação do fundo, não terão mais direito a aposentadoria com valor integral do salário e quem não aceitar contribuir com 7,5%
do salário irá receber a aposentadoria de acordo com os valores do INSS, cujo teto é hoje de R$ 4 mil.”O governo dá um passo muito importante com o Funpresp, pois reduz privilégios com os quais a sociedade brasileira não pode mais arcar”.

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

Bruna Hess – 8855-2230

brunahess@buoo.com.br

 

05/01/2012

Presidente do Conselho da OABPrev-RJ recebe ICSS

O presidente do Conselho da OABPrev-RJ, Renan Aguiar, recebeu o certificado do ICSS, Instituto de Certificação dos Profissionais de Seguridade Social. Este é o certificado mais importante do setor de previdência privada do país. “Fico muito feliz por receber este reconhecimento. A previdência privada está em expansão no país e precisamos nos preparar para gerir o nosso fundo com eficiência”, destacou Aguiar, que recebeu a certificação na quarta-feira, dia 11 de janeiro.

O ICSS– é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, voltado à pesquisa, fomento e difusão da cultura de qualificação e certificação profissional do Sistema de Seguridade Social, nas suas diferentes áreas.

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

Bruna Hess – 8855-2230

brunahess@buoo.com.br

 

01/11/2011

 

Aportes nos planos de previdência podem reduzir pagamento de IR

 

Regra da Receita Federal permite economia na hora de acertar as contas com o leão

 

Os participantes de plano de previdência privada têm até 29 de dezembro para fazer aportes nos seus planos e reduzir a sua base de cálculo para o imposto de renda deste ano. Segundo as regras da Receita Federal, depósitos que representem até 12% da renda bruta anual do cliente podem ser descontados do valor a pagar. “O fato do aporte permitir a redução na base de cálculo do IR é um instrumento que beneficia ao participante do plano e ao governo. Ao participante em duas pontas, além de elevar o valor da sua poupança para o futuro, ele paga menos imposto. Para o governo, porque ele incentiva o aumento da poupança do país e reduz a demanda futura da previdência pública.”, explica o presidente da OABPre-RJ, Alexandre Albuquerque.

 

Para ajudar aos nossos participantes, fizemos a simulação abaixo. Você poderá fazer os seus cálculos e avaliar a economia que fará, se realizar um aporte.

 

Cálculos sem plano de previdência Cálculos com plano de previdência
Renda anual 48.000,00 44.600,00
Contribuição para Previdência 0,00 R$ 2.400,00
Aporte 0,00 R$ 1.000, 00
Dedução do IRPF 0,00 R$ 3.400,00
Base de cálculo R$ 48.000,00 R$ 44.600,00
IR 27,5% R$ 13.200,00 R$ 12.265,00
Parcela a deduzir R$ 8.313,36 R$ 8.313,36
Imposto de renda a pagar R$ 4.886,64 R$ 3.951,64
Economia Anual de IR R$ 935,00

 

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

Bruna Hess – 8855-2230

brunahess@buoo.com.br

 

 

24/10/2011

OABPrev-RJ realiza palestra sobre cenário econômico em 2012

Evento será realizado no dia 26 de outubro, na sede da OAB

A vulnerabilidade do mercado financeiro mundial tem preocupado os investidores brasileiros, mesmo os que poupam nos fundos mais conservadores. Para ajudar aos seus participantes a tomarem decisões sobre suas aplicações, a OABPrev-RJ convidou o sócio-diretor da Mercatto, gestora dos recursos da instituição, Paulo Veiga, para realizar a palestra: Cenário Econômico 2012 – perspectivas econômicas para o mundo e para o Brasil e as decisões de investimento.

“Os brasileiros estão aprendendo a poupar mais, o que é fundamental para uma aposentadoria confortável e para o desenvolvimento do país. Se tudo der certo para o Brasil, a taxa real de juros vai cair e os rendimentos também. Portanto, é necessário dedicar uma parte maior dos ganhos de hoje para o conforto de amanhã.”, afirma Veiga, que fará uma retrospectiva da crise econômica mundial para mostrar como o mundo chegou até aqui.

A palestra faz parte do projeto da OABPrev-RJ de preparar os seus participantes para lidar com os seus investimentos e aposentadoria no futuro. O objetivo é oferecer um evento a cada quatro meses. “Queremos nos aproximar dos nossos participantes e ampliar o conhecimento sobre a importância das aplicações em previdência complementar para o futuro.”, explica o presidente da OABPrev-RJ, Alexandre Albuquerque.

Veiga também explicará como o Brasil está reagindo ao cenário atual e porque fatores internos têm sido mais determinantes para o ajuste da economia nacional que os externos. “O incentivo à aceleração da economia por dois anos nos levou a perder a meta da inflação. Vamos ver os próximos passos do Banco Central. Já do ponto de vista do investidor, hoje, nós temos os maiores juros do mundo, logo, bons rendimentos”.

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

Bruna Hess – 8855-2230

brunahess@buoo.com.br

 

10/09/2011

OABPrev-RJ acompanha mercado e registra crescimento de 55%

de novas contribuições no primeiro semestre

Os brasileiros estão investindo mais nos planos de previdência complementar. A OABPrev-RJ registrou aumento de 55% de novas contribuições no primeiro semestre de 2011 em relação ao mesmo período de 2010, sendo que os segmentos de aposentaria e pensão cresceram, respectivamente,  44,7% e 76,5%. Também no mesmo período, o patrimônio do fundo aumentou de R$ 74 milhões para R$ 84 milhões, crescimento de 13,35%. A OABPrev-RJ é um fundo de previdência complementar fechada, instituído para os advogados do Rio de Janeiro.

“O aumento de renda e queda do desemprego permitem que  as pessoas passem a planejar melhor seu futuro, possibilitando uma poupança maior e segura. Entre as formas de poupar, a previdência  complementar vai ser cada vez mais importante para os poupadores e para o país, já que os rendimentos da previdência pública não são suficientes para garantir a renda média dos cidadãos”,  destaca o presidente da OABPrev-RJ, Alexandre  Albuquerque. A tendência do mercado também foi sentida nos planos de previdência complementar aberta, que cresceu 25,6% no mesmo período, segundo dados da Fenaprevi.

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br

 

25/06/2011

Previdência complementar e educação continuada são temas de evento

na subseção de Madureira e Jacarepaguá

O evento será no próximo dia 30 de junho, às 18h, e será aberto aos advogados da região

 

A Aula Magna da Escola Superior de Advocacia de Madureira e da Escola Superior de Advocacia do Estado do Rio de Janeiro será na subseção da OAB de Madureira e Jacarepaguá, na oportunidade, os advogados presentes assistirão a três palestras sobre temas de interesse da área jurídica.

 

O diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Estado do Rio de Janeiro e presidente do Conselho Deliberativo da OABPrev-RJ, Renan Aguiar, fará a palestra  “A Regulamentação Jurídica da Previdência Complementar no Brasil”, na qual abordará os elementos jurídicos garantidores da segurança do sistema privado de previdência. “É importante destacarmos que o arcabouço legal do sistema de previdência complementar brasileiro é moderno e garante que as instituições tenham gestões responsáveis”, destaca Aguiar.

 

A segunda apresentação será do presidente da OABPrev-RJ, Alexandre Albuquerque, “A Importância da Previdência Complementar para Advogados”. “Esta será uma oportunidade para falar aos advogados sobre a segurança jurídico-econômica dos diversos tipos de previdência privada e o conjunto de benefícios e incentivos, que a OABPrev-RJ oferece aos seus participantes”, conta Albuquerque.

 

“A Importância da Educação Continuada para os Advogados.” será o tema da palestra de Elísio Quintino, diretor da Escola Superior de Advocacia da Subseção de Madureira e Jacarepaguá.

 

Os temas tratados pelos palestrantes serão debatidos com o público. O evento acontecerá às 18:00 na Subseção de Madureira/Jacarepaguá da OAB/RJ – Av. Ernani Cardoso, 415-A – Campinho – Rio de Janeiro e será presidido por Roberto Luiz Pereira, advogado e presidente da Subseção de Madureira e Jacarepaguá (OAB/RJ) .

 

 

Mais informações

Buoo Comunicação

Milena Herdeiro – 8077-5859

milenaherdeiro@buoo.com.br